Aprovados - sisu
AUTO ESCOLA 1
Policial

Carro roubado na Bahia é recuperado em Paulistana e foragido é preso

Ação e inteligência da polícia

13/02/2020 20h55
Por: Redação
Fonte: Portal Sanjoanense
357

A ação aconteceu na última quarta-feira, dia 12/02, por volta das 16h30min após troca de informações entre polícias militares do 20° BPM, 2° BIESP de Petrolina-PE e Polícia Federal acerca de um elemento foragido do sistema prisional do Estado do Piauí, uma equipe do 2° BIEsp abordou, no bairro Santa Luzia (NORDESTE II), um homem com as iniciais V.S.C, natural de Paulistana-PI, conduzindo um veículo Volkswagen Polo, cor branca, placa da Bahia, oportunidade em que fora apresentada o documento veicular foi constado indícios de irregularidades.

Após inspeção minuciosa no carro, verificou-se que a placa verdadeira se referia a um automóvel roubado na cidade de Camaçari/BA em setembro do ano passado. Aliado a isso, o conduzido apresentou documento pessoal, cujas informações de identidade real não conduziam com o suspeito e que na verdade se tratava de um foragido da penitenciária de Major César/PI e contra o mesmo havia, ainda, o Mandado de Prisão expedido pela vara de execuções penais do Estado do Piauí.

Diante dos fatos a equipe CHARLIE da Força Tática do 20° BPM juntamente com a guarnição do 2° BIESP se deslocaram até à Delegacia de Polícia de Petrolina no estado do Pernambuco para as providências cabíveis.

Outro agravante contra o acusado é que há dois meses o conduzido furou um bloqueio policial montado no Posto Fiscal Pipocas, na divisa dos Estados do Piauí e Pernambuco, oportunidades em que abandonou um veículo Voyage de cor preta.

Diante da situação mencionada a equipe de inteligência do 20° BPM passou a monitorar o conduzido com o apoio do 2° BIESP de Petrolina, bem como, com a Polícia Federal.

O homem conduzido possui uma extensa ficha criminal com envolvimento em várias práticas criminosas (homicídio qualificado, tráfico de drogas, falsificação de documentos, ameaça e associação criminosa) no Estado do Piauí, sendo considerado de alta periculosidade.

Em respeito a nova lei de abuso de autoridade a Polícia Militar não revela a identidade de pessoas presas e nem tampouco faz julgamento antecipado dos conduzidos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.