tce

TCE-PI quer julgar contas em até um ano depois do mandato Ainda tem processos de 2014

Compartilhe!

Em entrevista no Cidade Verde Notícias desta sexta-feira (5), o conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Piauí (TCE-PI), Jailson Campelo, afirmou que o órgão tem como meta reduzir o tempo de julgamentos de processos. Nesse sentido, na próxima semana, o TCE-PI inaugura uma subsede em Parnaíba e deverá abrir outras duas no Sul do estado até o fim de 2018.

O conselheiro admitiu que o TCE-PI hoje ainda tem processos de 2014. Contudo, mesmo com a grande de manda, a meta é melhorar esse índice. “A nossa meta é até o final de 2018 nós estarmos julgando 2017. É o desafio”, afirmou na Rádio Cidade Verde.

Jailson Campelo acrescentou que quanto mais os tribunais de contas demoram a julgar processos, mais os recursos desviados demoram a retornar aos cofres públicos. “Nós não queremos fazer a autópsia. Fazer pelo menos biópsia. Quanto mais demorar o julgamento, pior”.

A sub-sede de Parnaíba será a primeira do TCE-PI, funcionando em caráter provisório no Parnaíba Shopping a partir do dia 8. Além de Parnaíba, a unidade atenderá Luís Correia, Ilha Grande, Buriti dos Lopes, Bom Princípio do Piauí, Cajueiro da Praia, Murici dos Portelas, Caraúbas do Piauí, Caxingó, Cocal, Joaquim Pires e Cocal dos Alves.

O plano estratégico do TCE-PI ainda prevê outras sub-sedes em Bom Jesus e Picos, para atender as demandas do Sul do Estado. Campelo explicou que a unidade de Parnaíba é um projeto piloto para instalação das outras duas – o que deve ocorrer até o final de 2018.

Por Cidade Verde

Deixe seu comentário!

0 Comentário

Leave a Comment

Your email address will not be published.